domingo, 27 de julho de 2008

Oito de Copas - A escada emocional


A zona de conforto foi-se.
Agora o momento é de busca profunda. O oito anuncia mudanças em qualquer naipe, estamos no final da jornada e para chegar ao êxtase é necessário que as últimas arestas, que os limites, que os nossos sonhos e conceitos sejam testados. No naipe de copas, esse sentido se volta para os sentimentos, para as emoções, para a realização do ser como um todo. Para alcançarmos esse estágio, é preciso sair da nossa zona de conforto e sair em busca.
A escada, presente na representação de vários artistas que retrataram essa carta, representa a espiral, é símbolo da partida e da mutação. A escada nos leva da Terra ao Céu e também é o modo como a divindade desde à Terra. Através da escada, mudamos de mundo. Para cima, em direção à divindade. Para baixo, em direção ao submundo. A escada é a conexão entre o céu e o inferno. Entre a ascensão e a decadência.



Tarot of Dreams, por Ciro Marchetti


Se estamos em baixo e subimos (ou nos preparamos para subir) a escada, buscamos uma elevação do espírito, alcançar uma oitava maior na nossa senda emocional.


Tarô Mitológico

Se estamos em cima e vamos descer, a busca se volta para dentro, para os recônditos obscuros de nosso eu emocional. Para o encontro com as sombras perdidas daquilo que rejeitamos em nossa vida. Para o resgate do nosso eu, da nossa força, do nosso poder de transformar a nós mesmos.

Sim, vamos sair. Vamos deixar para trás a zona de conforto. Vamos nos encontrar com um EU mais completo. Seja subindo ou descendo, seja acima da nossa realidade ou abaixo dos nossos pré-conceitos, alcançar a plenitude no dez de copas implica em buscar uma nova visão de si mesmo. E essa visão passa pela espiral do oito de copas.

0 comentários: